Musculação na Menopausa

entenda porque a musculação é tão importante para a mulher a partir de 40 anos!

Muito se fala sobre a importância dos exercícios físicos, afinal, eles têm efeitos positivos para o corpo, melhoram a disposição e influenciam positivamente até as nossas emoções. Para a mulher de 40 anos, o exercício físico é ainda mais valioso, já que há uma tendência à perda muscular nessa idade.

Entenda porque a musculação na menopausa é tão importante para a mulher.

musculação na menopausa
54% das mulheres na menopausa se sentem menos produtivas no trabalho

A musculação diminui os riscos de sarcopenia

A partir dos 40 anos, a mulher pode começar a sentir os primeiros efeitos da menopausa. Por mais que ela não entre na menopausa, de fato, já aos 40 anos, alguns sinais como a perda de massa muscular podem ser notados. Essa é uma das queixas mais comuns no consultório, já que a mulher sente que tem mais facilidade para ganhar gordura, especialmente no abdômen, enquanto sente seus músculos mais fracos.

Essa condição é clinicamente conhecida como sarcopenia, um quadro no qual a paciente passa pela ​​perda de massa e força muscular e também esquelética. Esse quadro é natural do envelhecimento e pode aparecer em pessoas independente do gênero, mas a baixa hormonal da menopausa colabora para que seja mais presente nas mulheres.

Fortalecimento dos ossos

O declínio na produção de estrogênio está relacionado ao enfraquecimento dos ossos e a perda óssea, a osteoporose. Com isso, a paciente fica mais suscetível a fraturas e lesões. Assim, a musculação é o exercício físico ideal para o fortalecimento e para evitar uma série de problemas.

Melhora no humor e na saúde mental

Por conta da oscilação dos hormônios e os conhecidos declínios hormonais, a mulher a partir dos 40 anos passa por uma série de alterações no seu humor. São queixas frequentes relacionadas à falta de paciência, stress, cansaço mental, ansiedade e outros.

O exercício físico é capaz de liberar uma série de hormônios positivos para a saúde mental. A endorfina e a serotonina, por exemplo, são fundamentais para uma saúde mental em dia. Assim, a liberação desses hormônios consegue garantir que a mulher enfrente os sintomas da menopausa com menor intensidade.

Manutenção do peso

Emagrecer na menopausa é uma meta comum para boa parte das mulheres que possuem 40 anos ou mais. Afinal, essas mulheres estão suscetíveis ao maior ganho de gordura abdominal e a perda de massa muscular.

A musculação é um exercício de médio ou alto impacto, que contribui para a manutenção do peso, quando esse é o desejo da paciente.

Prevenção de doenças cardiovasculares

Com o envelhecimento, ficamos mais suscetíveis às doenças cardiovasculares. No caso das mulheres, com a diminuição da produção de estrogênio, esse risco é aumentado. O exercício físico quando praticado regularmente reduz a chance de desenvolver essas doenças, com uma alimentação equilibrada e outros hábitos saudáveis.

Embora os sintomas da menopausa sejam naturais, é o direito de toda mulher saber que ela pode ter mais qualidade de vida depois dos 40 anos. Assim, a musculação é uma das alternativas para diminuir a perda muscular, tem mais saúde mental, entre outros benefícios citados.

Musculação Menopausa
a menopausa pode fazer com que muitos talentos não sejam mais redescobertos

Treino de Musculação na Menopausa

Quais os exercícios mais eficientes para incluir no seu treino?

Os melhores exercícios são aqueles que recrutam a maior quantidade de músculos. No corpo humano existem diferentes grupamentos musculares, alguns com tamanho e volume maiores, como dorsal, peitoral e quadríceps.

4 exercícios recomendados para mulheres durante a menopausa são:

  1. Agachamento
  2. Levantamento Terra (Deadlift)
  3. Supino
  4. Remada Curvada


Lembre-se de iniciar com cargas adequadas ao seu nível de condicionamento físico e sempre manter uma técnica correta para evitar lesões. É recomendado consultar um profissional de educação física ou um médico antes de iniciar qualquer novo programa de exercícios, especialmente durante a menopausa.

treino menopausa

Agachamento

O agachamento é um exercício fundamental que fortalece os músculos das pernas, glúteos e core. Fique em pé com os pés afastados na largura dos quadris, abaixe-se flexionando os joelhos enquanto mantém as costas retas e os calcanhares no chão. Volte à posição inicial e repita.

exercícios menopausa

Levantamento Terra (Deadlift)

O levantamento terra é excelente para trabalhar os músculos das costas, pernas e glúteos. Com os pés afastados na largura dos quadris, segure uma barra ou halteres na frente das coxas. Mantendo as costas retas, dobre os quadris para a frente, baixando o peso até os joelhos e depois retornando à posição inicial.

menopausa musculação

Supino

O supino é um exercício clássico para fortalecer os músculos peitorais, ombros e tríceps. Deite-se em um banco plano, segurando uma barra ou halteres acima do peito. Empurre o peso para cima, estendendo os braços e depois abaixe-o novamente controladamente

academia menopausa

Remada Curvada

A remada curvada é eficaz para trabalhar os músculos das costas e ombros. Fique em pé com os joelhos levemente flexionados e incline o tronco para a frente. Segure uma barra ou halteres com as mãos na largura dos ombros e puxe o peso em direção ao abdômen, mantendo os cotovelos próximos ao corpo.

Conheça outros tratamentos e procedimentos como a Ninfoplastia, Preenchimento íntimo, Reposição Hormonal Feminina, Laser íntimo e mais.

Obrigada!

Dra Fernanda Torras :: médica especializada em Saúde da Mulher 40+

A doutora Fernanda Torras é referência em Saúde da Mulher na Menopausa.

Atendimento com os tratamentos mais modernos e atualizados na clínica no bairro Campo Belo em São Paulo.

Tag Post :

Compartilhe