Dra Débora Hidalgo

Ginecologista Obstetra

  • CRM 133.706
  • RQE: 59587
  • Graduação em Medicina pela Faculdade de Medicina de Santo Amaro
  • Residência Médica em Ginecologia e Obstetrícia pela Santa Casa de São Paulo
  • Título de Ginecologia e Obstetrícia pela Febrasgo – TEGO 150142
  • Título de Especialista em Patologia do Trato Genital Inferior e Colposcopia (HPV)
  • Especialização em Climatério, Menopausa e Ginecologia Endócrino pela Santa Casa de São Paulo
  • Aprimoramento em Laserterapia para tratamento de HPV e ressecamento vaginal

Débora Hidalgo Magalhães Teixeira – Doctoralia.com.br

COMO É A CONSULTA DE ROTINA GINECOLÓGICA?

Eu faço acompanhamento mulheres desde a adolescência até aquelas no período pós menopausa. A rotina ginecológica se baseia em consulta médica para conhecer o histórico pessoal, histórico familiar e realizar o exame físico completo.

Na consulta você receberá a lista de exames que deverá fazer para prevenção de doenças como cânceres, doenças cardiovasculares, doenças sexualmente transmissíveis, obesidade, hipertensão arterial, diabetes, etc.

A rotina de exames muda a depender da fase da vida em que a mulher se encontra.

Tenho o hábito de fazer a rotina ginecológica mais ampla, já que a maioria das mulheres vai apenas em uma médica anualmente, a GINECOLOGISTA.

ANTICONCEPÇÃO

CLIMATÉRIO E MENOPAUSA

Patologia do Trato Genital Inferior (PTGI)

COLPOSCOPIA E VULVOSCOPIA

PRÉ-NATAL

Anticoncepção

Não existe o melhor método contraceptivo, mas sim o melhor para cada mulher. Fiz especialização sobre todos os tipos de métodos contraceptivos, suas características, principais indicações, contraindicações, efeitos colaterais, vantagens e desvantagens.
Em consulta conversamos sobre as características de todos os métodos e escolhemos o que melhor se adequa à paciente, levando em consideração seu histórico pessoal, exames complementares e preferências individuais.
Além dos métodos de curta duração, gosto bastante dos métodos de longa duração. Faço a colocação dos DIUs não hormonais (Prata e Cobre) e dos hormonais  que em geral duram 5 anos. Faço também a colocação do implante contraceptivo, inserido no braço e que dura 3 anos. Os métodos de longa duração são mais eficazes pois não dependem da ação da mulher para que seu uso seja perfeito.
Tanto a colocação do DIU, quanto do “CHIP”, são feita sob anestesia local, o que deixa o procedimento menos incômodo e assim, mais seguro.

Climatério e Menopausa

Climatério é a fase que compreende a transição da vida reprodutiva para a fase após a menopausa. A menopausa é a data da última menstruação da mulher e ela só saberá disso quando completar 12 meses sem menstruar.
Algumas mulheres passam por esse momentos sem qualquer problema. Outras, no entanto, podem apresentar diversos sintomas, como as temidas ondas de calor e ressecamento vaginal.
Por esse motivo, a mulher nesta fase deve ser bem acompanhada, orientada e tratada, para a melhora dos seus sintomas e da sua qualidade de vida. Os tratamentos se baseiam em mudança do estilo de vida, medicamentos hormonais e/ou não hormonais.

Patologia do Trato Genital Inferior (PTGI)

Fiz especialização em PTGI e depois tirei o título pela Associação Brasileira de Patologia do Trato Genital Inferior e Colposcopia.
É a área da Ginecologia que trata de diversas patologias que acometem a vulva (parto externa da vagina), vagina e colo do útero principalmente.
Além do vírus do HPV, outras patologias também são tratadas e acompanhadas como:
líquen escleroso, líquen plano, úlceras genitais, lesões causadas por doenças sexualmente transmissíveis, corrimentos, etc.

Colposcopia e Vulvoscopia

Colposcopia é o exame que complementa a coleta do Papanicolau (preventivo), identifica o local exato das lesões, e através da biópsia, consegue definir com mais exatidão os graus desta lesão, fato que determinará o tipo de tratamento e acompanhamento.

Vulvoscopia é o exame que analisa a vulva (parte externa da vagina: grandes e pequenos lábios, clitóris, monte pubiano), região do períneo e perianal.
Esses exames, além de identificar doenças sexualmente transmissíveis com coletas ginecológicas, fazem a prevenção dos cânceres da genitália feminina externa. Quanto antes as lesões forem identificadas, maior a chance de serem totalmente curadas.

HPV

Papiloma Virus Humano é o principal fator de risco para o desenvolvimento do câncer do colo do útero. É um vírus muito transmissível, principalmente via sexual, em que o uso de preservativo reduz contaminação, mas não protege 100%. Intimamente relacionado à imunidade, que quando está baixa, permite que o vírus se manifeste fazendo as lesões.
Pode causar as verrugas genitais, lesões de baixo grau e lesões de alto grau (pré câncer) em colo uterino, vagina, vulva. Muitas vezes as lesões não causam sintoma algum e por isso a importância da realização de exames e coletas ginecológicas periodicamente.
Os tipos de tratamentos mais utilizados são: imunomoduladores, ácidos e laserterapia. A depender do grau e localização da lesão, é utilizado um tipo de tratamento ou até a combinação de mais de um deles.

Pré-natal e Parto

Acompanhamento de mulheres em todas as fases da gravidez: exames pré concepcionais, consultas periódicas de pré natal, parto e puerpério (período pós parto).
Realizamos partos vaginais e cesarianas nas principais maternidades de São Paulo, e dispomos de uma equipe bem completa com obstetras, anestesista, fisioterapeuta pélvica, enfermeira obstetra e doula.

Localização da clínica

Av. Vereador José Diniz, 3457 – Campo Belo, São Paulo – SP

3 min do Shopping Ibirapuera
8 min do Shopping Morumbi
10 min do Shopping Vila Olímpia

Agende sua consulta e descubra como melhorar sua qualidade de vida com
acompanhamento qualificado e tratando suas queixas de saúde feminina.